O rapazes de Nottingham contaram ao LeftLion como tudo começou e até onde uma ideia pode chegar.

Como muitas grandes ideias, o PubhD começou num bar. O jornal cultural de Nottingham, LeftLion, entrevistou o Kash e o Regan, os dois rapazes que lançaram o primeiro PubhD nesta cidade em Janeiro de 2014.

Há mais de dois anos, Kash e Regan foram assistir a uma palestra na Universidade de Nottingham, e encontraram-se a conversar com um estudante de doutoramento. Embora não compreendessem muito da sua investigação, aperceberam-se de que estavam a falar com alguém que sabia mais do tema do que qualquer outra pessoa no mundo. A ideia nasceu.

Como diz o autor do artigo, Gav Squires, a ideia está fora de controlo, alastrou pelo Reino Unido, Irlanda e chegou até Portugal.

Regan, em comentário ao LeftLion, explica que os estudantes de doutoramento têm um grande salto para dar antes de conseguirem ter uma primeira experiência de contacto com o público. E também é preciso que o público lhes reconheça o trabalho árduo, acrescenta.

O artigo, em inglês, pode ser lido no website do LeftLion.