PubhD de Lisboa em Destak

PubhD de Lisboa no Destak de 7 de fevereiro 2017
PubhD de Lisboa na edição do Destak de 7 de fevereiro 2017

O PubhD de Lisboa mereceu uma notícia na edição do Destak do dia 7 de fevereiro, em papel e online.

Transcrevemos o início:

“Já conhece o projeto que o coloca a debater teses de doutoramento num bar?

Já imaginou ir a um bar para ouvir falar sobre uma tese de doutoramento de um tema que lhe interessa ou até de um que nunca imaginou? E até fazer perguntas complicadas e ter respostas por vezes mais simples do que pensava?”

O texto integral pode ser lido no website do Destak.

Anúncios

Jornal Público dedica duas páginas às iniciativas PubhD em Portugal

PubhD, Vamos ao bar falar de ciência?
Dupla página da edição em papel do jornal Público de 13 de Abril de 2016, edição de Lisboa.

Clique na imagem para a ver em alta resolução.

No passado dia 13 de Abril, data em que Lisboa teve o sétimo evento PubhD, o jornal Público dedicou duas páginas às duas iniciativas que existem já no nosso país, o PubhD de Lisboa e o PubhD UMinho (Braga e Guimarães).

Sérgio Pereira (o autor deste blog) e o grupo STOL falam das motivações e das vantagens deste formato de comunicação da investigação académica.

A origem da ideia é mencionada por Sérgio Pereira, que descreve a forma como surgiu em Nottingham, no Reino Unido, em Janeiro de 2014, e como ele a trouxe para Portugal.

Um dos investigadores que já passou pelo PubhD de Lisboa, o Daniel Martins, falou também ao Público sobre a sua investigação e a experiência de a explicar num bar.

Parabéns e obrigado aos 20 investigadores que já participaram nos eventos em Lisboa e aos que desde Janeiro têm participado no Minho.

Parabéns também à assistência que todos os meses tem vindo conversar com eles sobre o seu trabalho, e ao grupo STOL que, ao lançar o PubhD no Minho, fez dele uma aventura nacional.

O PubhD é uma forma de trazer a investigação académica para fora da Universidade ou do laboratório, e um exercício de comunicação para o público que poucos doutorandos têm o privilégio de praticar no contexto dos seus programas doutorais.

Queremos que a ideia se espalhe a outras cidades universitárias. Não é preciso estar-se ligado à comunicação de ciência para lançar um PubhD. Basta uma coisa: uma enorme curiosidade pela curiosidade dos outros.

Se tem curiosidade, veja como em Nottingham puseram de pé o primeiro PubhD.
Se quiser lançar um na sua cidade, contacte-nos!

Nota: Uma versão do mesmo texto foi publicada na véspera no website P3, como assinalámos neste post.

PubhD mereceu artigo no P3

Um artigo sobre o PubhD foi publicado hoje no P3, e sairá amanhã em papel no Público.

Excerto do artigo:

“A desconstrução da palavra PubhD — da junção de pub e PhD, a abreviatura para doutoramento em inglês — é caminho feito para compreender o conceito. Este evento de comunicação de ciência junta três investigadores, de diferentes áreas, uma vez por mês. E, entre cervejas e aperitivos, convida-os a explicarem o doutoramento deles a uma audiência não especializada, recorrendo apenas a três marcadores, um quadro branco e, opcionalmente, objectos que ilustrem o trabalho. São dez minutos de apresentação e 20 de microfone aberto a perguntas.”

Pode ser lido aqui:
http://p3.publico.pt/actualidade/ciencia/20164/pubhd-vamos-ao-bar-ouvir-os-doutorandos-falar-de-ciencia