Próximo evento

19º PubhD de Lisboa

Antropologia e Artes Visuais em diálogo

PubhD de LisboaQuando:

Quarta-feira, 7 de junho de 2017
19:30 – 21:30


Onde:

No Bar Irreal, não longe do Chiado e a dois passos da Avenida D. Carlos I.

O quê:
Investigadores de doutoramento e pós-doutoramento vão explicar a sua investigação num bar e responder a perguntas, em troca de uma ou duas bebidas.

As apresentações são ao nível de uma conversa de bar, acessíveis a qualquer pessoa.
Conheça o formato e o conceito do PubhD para saber o que esperar nesta sessão.

Os oradores:

"Aya-vine"José Mikosz procura mostrar a influência de estados não ordinários de consciência nas representações visuais ao longo dos tempos.

O José é investigador de pós-doutoramento na Universidade Federal de Santa Catarina e na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.

É professor na Escola de Música e Belas Artes da Universidade Estadual do Paraná, no Brasil. É também artista transmédia e membro de núcleos de investigação sobre Psicoativos e a Cultura Visionária/Psicadélica.


Imagem: “Aya-vine”, trabalho inspirado em experiências com ayahuasca dentro de contextos religiosos no Brasil.

Bastidores do filme “Já me transformei em imagem”, disponível em http://www.videonasaldeias.org.br/2009/video.php?c=26.
Crédito: Zezinho Yube (Hunikui (Kaxinawá)) e “Vídeos nas Aldeias”.

No Brasil, nos anos 80, a ONG “Vídeo nas Aldeias” começou a desenvolver um trabalho colaborativo com povos indígenas na área do cinema e, a partir de 1997, iniciou um processo de formação de cineastas indígenas.

Rodrigo Lacerda está a investigar o político, o espiritual e o humor no cinema Mbya Guarani na forma como se relaciona com o passado e a sociedade colonial.

O Rodrigo está a fazer o doutoramento em Políticas e Imagens da Cultura e Museologia na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, no ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa, e no Centro em Rede de Investigação em Antropologia.

Rodrigo Lacerda estudou Cinema e Televisão na London Metropolitan University e National Film and Television School, no Reino Unido. Co-realizou e produziu vários filmes/documentários e fez entretanto o mestrado em Antropologia.

Cada apresentação dura 10 minutos e é seguida de 20 minutos em que a assistência poderá colocar perguntas.

Sendo uma iniciativa sem financiamento, agradecemos o contributo de €0,50 a €1 por cada pessoa da assistência para as bebidas dos oradores. Afinal, se alguém lhe explicasse coisas fascinantes num bar, não lhe pagava uma bebida?

Facebook

Se quiser receber no seu e-mail a informação sobre os próximos eventos PubhD de Lisboa, subscreva a nossa mailing list (apenas um e-mail por mês).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s